“Barbie” supera um milhão de euros de bilheteira na estreia em Portugal

O filme “Barbie” de Greta Gerwig, foi o mais visto em Portugal no fim de semana de estreia, com 189.709 espetadores e mais de 1,1 milhões de euros de bilheteira, revelou o Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA).

359

Entre quinta-feira e domingo, o período considerado como fim de semana de estreia, a comédia de Greta Gerwig foi exibida em 177 salas e contabilizou, em média, 109 espetadores por sessão.

Em termos de receita bruta de bilheteira, o filme somou 1,1 milhões de euros, uma fasquia que este ano só tinha sido ultrapassada por “Velocidade Furiosa X”, de Louis Leterrier, com 1,3 milhões de euros e 213.501 espetadores no mesmo período de estreia.

De acordo com dados do ICA, são poucos os filmes que, nos últimos cinco anos, ultrapassaram a barreira de um milhão de euros no fim de semana de estreia comercial.

As estatísticas de cinema caíram a pique em 2020 por causa da pandemia da covid-19, que obrigou ao encerramento temporário das salas de cinema, pelo que é preciso recuar a 2019 para encontrar um fim de semana de estreia comercial com valores acima de um milhão de euros de bilheteira.

Em 2019, o valor foi atingido em abril com “Vingadores: Endgame”, de Anthony Russo e Joe Russo, com 1,5 milhões de euros e 257.079 espetadores, e em julho com a nova versão de “O Rei Leão”, de Jon Favreau, com 1,3 milhões de euros e 236.010 espetadores.

Segundo a revista Variety, “Barbie” superou a expetativas de audiência e lucro no fim de semana de estreia, somando globalmente 337 milhões de dólares, ou seja, cerca de 303 milhões de euros.

O filme de Greta Gerwig, protagonizado por Margot Robbie e Ryan Gosling, foi produzido pela Warner e pela Mattel, a empresa que comercializa a boneca Barbie, com um orçamento de 145 milhões de dólares (130 milhões de euros).

“Barbie”, que o jornal New York Times descreve como “um manifesto feminista embrulhado em papel de pastilha elástica rosa-choque”, representa também um recorde para a própria realizadora, atriz e argumentista norte-americana, autora de filmes como “Mulherzinhas” (2019) e “Lady Bird” (2017).

“Barbie” teve estreia a 20 de julho, na mesma semana em que também se estreou, globalmente, o filme “Oppenheimer”, de Christopher Nolan, radicalmente distintos entre si, mas que motivou uma campanha de ‘marketing’ de distribuição e exibição intitulada “Barbenheimer”.

Em Portugal, o filme de Christopher Nolan, “Oppenheimer”, que aborda a história do cientista J. Robert Oppenheimer na criação da bomba atómica, foi o segundo mais visto no fim de semana de estreia com 80.939 espetadores e cerca de 579 mil euros de receita de bilheteira.