“Queremos que os cabo-verdianos se juntem a nós nesta jornada visionária e façam parte de uma história de sucesso”

Inoweze Ferreira, Administrador Executivo e Diretor Geral da Unitel T+, deu-nos a sua visão que a marca aporta para Cabo Verde e como este país esteve sempre nos horizontes da marca, até porque, como refere o nosso entrevistado, “Cabo Verde é um país que está à frente em muitos setores”. Saiba tudo de uma marca que promove excelência, eficiência e confiança.

1096

Para começar, pode contar-nos um pouco mais sobre a missão e visão da Unitel T+, enquanto a mais recente operadora de telecomunicações em Cabo Verde? De que forma, a empresa, se tem vindo a destacar num mercado já estabelecido?
Ambicionamos ser a referência no processo de transformação digital, exemplo de excelência, inovação e o melhor lugar para se trabalhar.
E temos como missão garantir a transformação da sociedade através das tecnologias de informação, comunicação e entretenimento, proporcionando experiências sensacionais às famílias e às empresas, com os melhores talentos nacionais, de forma inovadora, sustentável e socialmente responsável

De forma a contextualizar o leitor, que motivos impulsionaram a Unitel T+ a investir em Cabo Verde e, além disso, como observa o potencial crescimento neste mercado?
A estabilidade social e política, a dinâmica de crescimento, a existência de infraestrutura em permanente consolidação e uma política de captação de investimento estimuladora tornam Cabo Verde um país atraente para investimentos.
A UNITEL sempre vislumbrou, a médio e longo prazo, investir em Cabo Verde, assim, em 2012 a Unitel Internacional adquiriu a T+. Não é um projeto de lucro imediato, mas é um potencial multiplicador de receita que o próprio setor das telecomunicações pode trazer para economia.
Cabo Verde é um país que está à frente em muitos setores. Por exemplo, tem uma taxa de penetração da internet alta. Está acima dos 73%, enquanto a média africana de acesso à internet não passa dos 18%.
Cabo Verde consegue acompanhar rapidamente as novas tendências de forma muito atenta e agressiva, então esta movimentação, desafia-nos a inovar, a crescer a oferecer cada vez mais soluções inovadoras por forma a acompanharmos as tendências do mercado nacional que é muito influenciado pelos hábitos de consumo e exigências de países mais desenvolvidos.

Falando do mercado em si, como é que a marca aborda a consciência das necessidades dos cabo-verdianos no que diz respeito às telecomunicações? Que estratégia impera, no seio da Unitel T+, para atender às expetativas dos consumidores?
A nossa estratégia tem sido a de levar ao mercado as melhores soluções, os melhores serviços. Desafiamo-nos diariamente a trazer algo inovador e que vá de encontro às necessidades dos nossos clientes.
Estamos há dezasseis anos no mercado e queremos fazer parte da História de Cabo Verde, buscamos soluções inovadoras, marcadas pela diferenciação e pela massificação do acesso às tecnologias e, principalmente, estamos alinhados com os compromissos de inovação e transformação digital do país.
No entanto, o perfil do consumidor está a mudar, temos vindo a ajustar permanentemente as nossas ofertas. Antes os serviços da UT+ eram destinados somente ao particular (mobilidade), hoje temos vários serviços para casas e empresas. Para o setor empresarial temos produtos específicos ligados à banca, à hotelaria, à restauração, ao pequeno comércio, ou seja – a verticalização. Lançamos o único serviço 4P para as famílias, o CASA+. Este serviço residencial tem pacotes de internet, televisão, móvel e telefone fixo. É multiscreen e multidevice, é multifuncional e tem uma smart box, com um launcher desenvolvido internamente por jovens cabo-verdianos, com inúmeras funcionalidades e comodidades em que o cliente não só tem acesso aos serviços de entretenimento, mas um leque de produtos e serviços como restauração, serviços governamentais, pagamentos de faturas.

Dado o espírito jovem da Unitel T+, em que medida a empresa planeia trazer inovação e novidades para os clientes cabo-verdianos?
A Unitel T+ é uma empresa INOVADORA e seu posicionamento e estratégia têm comprovado este ADN inovador. Este posicionamento tem vindo a ser reforçado pelos serviços lançados, pela estratégia adotada ao longo dos anos, pelos ganhos conseguidos e principalmente pela perceção que os cabo-verdianos têm de nós e por termos abraçado a transformação interna com foco na sustentabilidade. Encorajamos a criatividade e o pensamento fora da caixa, incentivando os nossos colaboradores a desafiar constantemente os limites e a explorar novas ideias. Acreditamos que a inovação é a chave para o sucesso e acreditamos em investir em projetos inovadores que impulsionem o nosso crescimento e o crescimento do país como um todo.
Para o cabo-verdiano, a Unitel T+ é a empresa jovem, nacional que veio revolucionar o mercado pois deu primazia à qualidade, à inovação, à satisfação dos seus clientes e, sobretudo, potencializou o capital humano imprimindo uma nova dinâmica, contribuindo para o desenvolvimento do setor e, em consequência, para o desenvolvimento do país.
É um compromisso com o todos e trabalhamos para sermos os melhores.
E foi com este espírito que lançamos a Unitek em 2022, que é um laboratório de inovação que irá atuar em estreita colaboração com todas as áreas da Unitel T+, bem como com os diferentes atores do ecossistema de inovação, identificando desafios e oportunidades para endereçar soluções inovadoras ao mercado.
Pretendemos que a Unitek seja a alavanca do negócio da Unitel T+, trazendo soluções tecnológicas com alto impacto para o mercado e consequentemente diversificar a nossa oferta e criar fontes de receitas. Ou seja, sejam inovações que surgem dos nossos colaboradores ou das start-ups, a Unitek terá o desafio de acelerar e potenciar a empregabilidade, criação de valor e dinâmica empresarial.

A cooperação é um fator crucial no sucesso das empresas. Nesta perspetiva, a Unitel T+ procura parcerias estratégicas para impulsionar o desenvolvimento do setor das telecomunicações em Cabo Verde? De que forma as colaborações contribuem para a expansão e aprimoramento dos serviços oferecidos?
A Unitel T+ procura oferecer soluções à medida ao mercado e, para que possamos cobrir todas as necessidades dos clientes, temos de recorrer à expertise de parceiros estratégicos que colaboram connosco. Dentre estes parceiros temos fornecedores nacionais e internacionais com know how sólido no negócio e o nosso Development Lab que é um serviço interno que cria e desenvolve novas tecnologias e soluções digitais.
Esta estratégia permite-nos aumentar a nossa capacidade de resposta e efetuar entregas de serviços e soluções em diferentes perfis de clientes com diferentes áreas de negócios. Isso permitiu que a Unitel T+ se tornasse mais competitiva e com uma capacidade acrescida de entregar soluções tecnológicas inovadoras e à medida.
Tornamo-nos numa empresa mais global!

Qual diria que é o contributo da presença da Unitel T+ para o desenvolvimento socioeconómico de Cabo Verde? Existem programas ou ações específicas que a empresa promove relativamente a este desenvolvimento?
A Unitel T+ tem tido um impacto significativo na empregabilidade em Cabo Verde ao proporcionar empregos, quer diretos, quer indiretos, e ao investir em programas de desenvolvimento de competências para os seus colaboradores.
Tem cerca de 326 colaboradores diretos, mais de 3000 agentes revendedores, para além de que dos 5% do PIB de Cabo Verde que do setor das telecomunicações, 30% deste é contribuição da Unitel T+.
Tem impulsionado a empregabilidade, uma vez que a Unitel T+ colabora com várias empresas locais e parceiros de negócios, criando oportunidade de negócios em toda a cadeia de valor da indústria de telecomunicações. A Unitel T+ é um parceiro forte das entidades públicas e privadas que implementam políticas ativas de emprego, beneficiando jovens no desenvolvimento de talentos e na inserção no mercado de trabalho através de estágios profissionais. Portanto, o seu impacto ao nível do emprego e da promoção da empregabilidade em Cabo Verde é significativo, não apenas pelo número de pessoas que emprega diretamente, mas também pelas oportunidades que ela cria para a economia local e para o desenvolvimento de competências.
Ainda, devemos referir que temos vindo a impulsionar fortemente o desenvolvimento do ecossistema de inovação e o empreendedorismo em Cabo Verde, quer através do Unitel Creative Camp, já com 3 edições realizadas na Praia, Sal e online (durante a pandemia), com impacto em 94 startups, 149 horas de mentoria e 229 horas de capacitação, o programa de bolsas Cabo Verde Digital, ou do Start Up Challenge, entre outros. O propósito primordial passa pela identificação de projetos, startups ou ideias de negócios inovadores, mas também realistas, adequados às necessidades, lacunas e fragilidades do mercado nacional, com o objetivo de contribuir para o crescimento do tecido empresarial e, consequentemente, promover o desenvolvimento socioeconómico do país.

Com que visão a Unitel T+ observa o futuro das telecomunicações em Cabo Verde? Quais são os planos ambiciosos ou metas que a empresa procura alcançar nos próximos anos?
A Unitel T+ sempre foi inovadora. A inovação faz parte do nosso ADN e toda a nossa estratégia e ganhos conseguidos demonstram isso. Para além de inovadores somos VISIONÁRIOS, estamos sempre um passo à frente, e por isso somos pioneiros na introdução de vários serviços no mercado de cabo verde e na introdução de um conceito disruptivo de prover o serviço de telecomunicações em Cabo Verde.
Estamos comprometidos em liderar pelo exemplo, ao conectar pessoas, empresas e comunidades, capacitando-as para alcançar grandes conquistas.
Agora estamos a trabalhar para crescermos, nos próximos anos, como DSP (Digital Service Provider), sustentado na conectividade banda larga que promete uma transmissão de dados muito mais rápida e uma latência mais baixa.  Também, queremos introduzir a personalização baseada em Inteligência artificial que irá transformar a maneria como iremos nos relacionar com os nossos clientes, pois poderemos oferecê-los uma experiência adaptada às suas necessidades.
Ambicionamos ter um ecossistema de entretenimento que reflete vai de encontro à forma de ser e estar do cabo-verdiano no país e na diáspora, com temas do quotidiano e que sejam relevantes.
No meio de tudo isso, continuaremos a investir nas pessoas, nos processos. Continuaremos o nosso processo de transformação interna pois estamos a construir a Unitel T+ para ser a melhor empresa para se trabalhar em Cabo Verde.
Queremos que os cabo-verdianos se juntem a nós nesta jornada visionária e façam parte de uma história de sucesso que está a transformar o futuro.

Por fim, qual seria a mensagem do Inoweze Ferreira para investidores interessados em explorar oportunidades em Cabo Verde?
Como já referi anteriormente, Cabo Verde é um país com estabilidade política, social e económica e politicamente estável, com políticas de crescimento e sustentabilidade fortes. É um país que está aberto e voltado para o mundo, com uma política de incentivos fiscais ao investimento favorável. Cabo Verde detém uma posição privilegiada em África e é tido como um exemplo a seguir pelas suas medidas políticas, percurso e desenvolvimento notório.
É sabido que o desenvolvimento económico de qualquer país deverá estar alavancado, cada vez mais, na inovação, na investigação e na transformação digital, como um dos principais motivadores de mudanças económicas e sociais dos países. Assim, ao longo dos anos, Cabo Verde tem vindo a investir nas infraestruturas tecnológicas.
(adesão a redes de cabos submarinos, tecnologia 4G, datacenter, parque tecnológico, etc) e tem como ambição transformar o país num Centro Regional de Inovação, do Empreendedorismo e de Excelência nas Tecnologias de Informação e Comunicação.
Consciente deste drive que tem impulsionado várias economias, a Unitel T+ tem buscado soluções inovadoras, marcadas pela diferenciação e pela massificação do acesso às tecnologias, tem desenvolvido projetos que promovem a inclusão digital, tem fomentado o empreendedorismo, tem se posicionado como o motor do ecossistema de inovação em Cabo Verde – Facto este que também vai ao encontro da estratégia do governo em transformar CV numa plataforma digital e de inovação.
Todos sabemos que a Inovação é o caminho. E a Unitel T+ assumiu o compromisso de estimular o empreendedorismo, de contribuir para o crescimento de Cabo Verde e melhoria de vida dos cabo-verdianos.
É um compromisso com o povo cabo-verdiano, com o país e a sua estratégia para a inovação.
Neste ambiente de investimento propício, em que politicas e medidas estão a ser implementadas visando o desenvolvimento, os investidores devem fazê-lo com responsabilidade social, com o compromisso de que quer contribuir para o desenvolvimento do país e das condições de vida de suas gentes.