Zinereo Pharma: «Providing life to improve our own LIFE»

Ana Nunes, Global Business Development Director da Zinereo Phama, contou à Revista Pontos de Vista as estratégias que têm vindo a contribuir para o crescimento desta empresa que se destaca “pelo seu sólido ADN farmacêutico”, como a própria afirma. Fique a saber os motivos que impulsionam este facto e ainda as novidades que irão emergir a curto prazo.

348

Enquanto profissional, a Ana Nunes conta com mais de 20 anos de experiência. De que forma a sua experiência moldou a sua perspetiva e abordagem em relação à visão e liderança profissional?
Ao longo de duas décadas de trajetória profissional, reitero a convicção de que a liderança se constrói a partir de uma visão centrada nas Pessoas, na Inovação e na procura contínua da Excelência. É imperativo agregar valor ao mercado e às organizações, promovendo uma abordagem estratégica e sustentável, que reflita o compromisso duradouro com a excelência.
Detenho uma visão abrangente do setor e do negócio em toda a sua verticalidade, resultante da experiência profissional e de uma sólida formação académica em saúde, gestão e negócios. Atualmente, lidero uma unidade de negócios de Probióticos na Indústria Farmacêutica, com âmbito internacional.
Liderar este negócio não é apenas tomar decisões, mas inspirar uma visão coletiva, compreender o mercado e antecipar tendências.
Acredito firmemente que o fator humano é o elemento chave para o sucesso. Na nossa cultura fomentamos valores como a empatia, a transparência, a partilha e a excelência, pelo que é essencial estimular a criatividade num ambiente favorável à inovação e ao crescimento sustentável.
Apenas em equipa conseguimos chegar mais longe, e somos uma equipa experiente e comprometida.

A Zinereo Pharma é o seu projeto atual. Em que medida esta empresa se destaca no mercado do microbioma e probióticos? Que características a diferenciam das demais marcas do setor?
A Zinereo Pharma, uma das empresas do grupo biotecnológico Zendal, destaca-se pelo seu sólido ADN farmacêutico. O nosso slogan, “life for LIFE”, reflete o nosso compromisso em contribuir para uma vida mais saudável, a vida HUMANA através de formas de vida mais simples, como são as bactérias (probióticos).
Orientada pela inovação e ADN farmacêutico, a nossa abordagem assenta em três pilares fundamentais: qualidade, eficácia e segurança.

Quais foram as etapas cruciais envolvidas na construção do negócio da Zinereo Pharma, nomeadamente a arquitetura do negócio e as aquisições estratégicas que têm vindo a contribuir para o seu crescimento?
A construção do nosso negócio passou numa primeira fase pela aquisição de uma fábrica de medicamentos, anteriormente propriedade da Astrazeneca, localizada em O Porriño. Em seguida, instalámos uma unidade fabril dedicada exclusivamente ao fabrico de probióticos, uma verdadeira “fábrica dentro da fábrica”, devidamente segregada para assegurar as condições ideais de produção e minimizar o risco de contaminação cruzada.
Posteriormente, adquirimos duas empresas especializadas em probióticos e Investigação e Desenvolvimento: a Bialactis e a Probisearch.
Estas aquisições estratégicas aportaram conhecimento especializado na área do microbioma e probióticos. A Probisearch, anterior spin-off da Universidade Complutense de Madrid, desempenha um papel crucial, isolando novas estirpes probióticas e conduzindo ensaios clínicos em produtos finais. Algumas destas estirpes são patenteadas, proporcionando-nos uma proposta de valor com uma abordagem farmacêutica.
Possuímos certificação GMP, cumprindo com as Boas Práticas de Fabrico de medicamentos, as quais também aplicamos aos probióticos. Além disso, detemos certificações ISO, garantindo que os probióticos são produzidos com o mesmo padrão de excelência exigido para medicamentos.

No que concerne ao portefólio, pode explicar o processo pelo qual a Zinereo Pharma o desenvolveu? Quais são as perspetivas de crescimento associadas a este portefólio?
O nosso portefólio é diversificado, abrangendo várias áreas da saúde, nomeadamente fertilidade, saúde da mulher, gastroenterologia, imunidade, neonatologia, dermatologia, desporto e veterinária, com um total de 28 produtos em quatro categorias.
Todos os nossos produtos são respaldados por estudos clínicos, seja ao nível do produto final ou das estirpes probióticas e demais ingredientes. Realizamos a contagem de Unidades Formadoras de Colónias (UFCs) “in house”, assegurando que nos produtos finais os probióticos estão vivos e na quantidade necessária para a atividade indicada.
Adotamos o conceito de especificidade, utilizando estirpes específicas direcionadas às necessidades particulares. Acreditamos que a chave para o sucesso reside na nossa experiência e liderança neste segmento.

Além disso, de que forma a Zinereo Pharma concilia a sua abordagem orientada para a ciência, com o foco no mercado, encontrando um equilíbrio entre pesquisa e desenvolvimento (I&D) e a orientação centrada no cliente?
A nossa proposta de valor nasceu do nosso ADN farmacêutico, sempre orientado às necessidades do mercado. A nossa abordagem assenta na evidência científica, com especial destaque para a especificidade das estirpes e a realização de estudos clínicos. Temos um grande foco na área da saúde da mulher e infertilidade, fomos pioneiros ao lançar o primeiro produto baseado numa estirpe probiótica, com estudo clínico em produto final. Em janeiro de 2024, daremos início a um segundo estudo clínico. Contamos com patentes e publicações de estudos clínicos em revistas científicas indexadas.
Somos membros de várias Sociedades Científicas, incluindo a IPA, na qual participamos ativamente nos comités; da SEMiPyP e da recém-criada SPIMP, na qual sou Vice-Presidente da Assembleia-Geral. No passado dia 23 de novembro decorreu o primeiro evento científico em Lisboa, onde contámos com a participação de mais 50 profissionais de saúde, o que evidencia a necessidade e importância de mais informação e conhecimento na área do Microbioma.

A Zinereo Pharma tem sete anos de vida. Neste período de tempo, de que forma a empresa tem procurado oportunidades de expansão internacional? A mesma tem explorado parcerias estratégicas neste contexto?
Os primeiros anos foram dedicados à análise das necessidades de mercado e à construção do portefólio de produtos.
Nos últimos dois anos concentramos os nossos esforços estratégicos no mercado da América Latina, onde estamos já presentes em três países, e prevemos ter as nossas marcas disponíveis em mais dez países até o final de 2024.
Em 2023, iniciamos a operação na MENA, com presença em Angola e no Iraque, e estimamos ter as nossas marcas disponíveis em Moçambique a partir de maio de 2024.
Em junho de 2024, uma das nossas marcas estará disponível nas Filipinas, e temos como plano concentrar-nos no mercado asiático, como parte da nossa estratégia para os próximos três anos.
A construção de parcerias estratégicas a nível internacional é essencial para o crescimento sustentável e para estabelecer relações win2win a longo prazo, baseadas no sucesso mútuo.

Por fim, gostaríamos de saber mais detalhes sobre a fábrica de vacinas da Zendal inaugurada em Portugal. Podia partilhar alguma curiosidade interessante a respeito deste projeto?
A nova unidade de produção biotecnológica da Zendal em Paredes de Coura, destina-se a produzir vacinas viricas e bacterianas para a saúde humana. Esta iniciativa assume uma relevância notável para o nosso grupo biofarmacêutico com sede em O Porriño (Espanha) e destaca-se como um marco notável para a Biotecnologia na Eurorregião, sendo a primeira e única fábrica de produção de vacinas para a saúde humana em Portugal.