“É fundamental que a sociedade reconheça e valorize o trabalho das Mulheres na Advocacia”

Nascida em Bordéus, França, Cátia Neves Tavares decidiu rumar a Portugal aos 18 anos e exercer, mais tarde, aquela que é a sua profissão: Advocacia. Hoje, enquanto Advogada e CEO da sua marca própria – a CNT Avocats – é uma Mulher exemplo no universo do Direito e uma «voz» firme quanto à igualdade de género neste contexto. Conheça a sua história.

940

Gostaríamos de começar por conhecer um pouco mais sobre o seu notável percurso profissional. Quais foram, ao longo da sua carreira, os marcos mais significativos que a moldaram enquanto Advogada e CEO da CNT Avocats?
O meu caminho tem sido marcado por inúmeros desafios e isso moldou o meu percurso profissional de forma bastante significativa. Se tivesse de escolher apenas um momento determinante na minha carreira, elegeria o momento em que, em 2011, decidi dedicar-me apenas à advocacia e desenvolver a minha marca e o meu escritório. Felizmente, tem sido um crescimento constante e sólido. Hoje, tenho um escritório boutique, especializado em Direito Imobiliário e Direito Empresarial. Por ter nascido em França, em Bordéus, há um foco e uma especialização no mercado estrangeiro, em particular no mercado francófono. Vivi até aos 18 anos em Bordéus e depois decidi vir estudar para a universidade em Portugal e exercer aqui a minha profissão… Se voltasse atrás, teria decidido da mesma forma, desde a escolha de vir para Portugal, à escolha da faculdade (Nova School of Law). Ainda tenho projetos que quero realizar e acredito que, com a minha equipa, serei capaz de os tornar realidade!

Falemos da Cátia Neves Tavares também enquanto líder. Tendo este papel na CNT Avocats, como descreve a sua abordagem e estilo de liderança? Quais são os princípios e valores que considera fundamentais para liderar uma equipa no setor jurídico especializado?
A liderança na advocacia é importante para o sucesso e crescimento de um escritório ou de um advogado em prática isolada. Um líder na advocacia é alguém que inspira, motiva e guia a sua equipa para alcançar os objetivos estabelecidos.
Um líder na advocacia deve ter as seguintes características:
– Capacidade de liderança: saber inspirar e motivar a sua equipa, além de tomar decisões difíceis quando necessário.
– Conhecimento jurídico: ser detentor de um profundo conhecimento da lei e das práticas jurídicas para poder orientar a sua equipa de forma eficaz.
– Comunicação eficaz: ser capaz de comunicar de forma clara e assertiva com a sua equipa, clientes e outros profissionais do setor jurídico.
– Visão estratégica: ter uma visão clara do futuro do escritório de advocacia e ser capaz de elaborar estratégias para alcançar os objetivos estabelecidos.
– Empatia: ser empático com sua equipa, com os clientes, com os seus parceiros e com os colegas de trabalho, mostrando compreensão e consideração pelas necessidades e preocupações dos outros.

Certo é que, a CNT Avocats destaca-se por oferecer excelência no aconselhamento jurídico. Dentro daquelas que são as suas áreas do Direito, quais diria que os pontos diferenciadores da empresa em relação a outras firmas de Advocacia no mercado?
Por sermos um escritório Boutique de advogados o ponto mais diferenciador reside na especialização e dedicação integral aos nossos clientes. Permite-nos oferecer um serviço verdadeiramente e de qualidade.
Além disso, como somos um escritório boutique, temos uma estrutura mais pequena, o que permite uma maior agilidade na resolução de problemas e tomada de decisões mais célere. Os clientes também costumam receber um atendimento mais próximo e personalizado por parte dos elementos da equipa, o que gera maior confiança e satisfação.
Por fim, em muitos países, a reputação de um escritório boutique de advogados é valorizada no mercado, o que atrai desde logo clientes em busca de serviços de alta qualidade.
Assim, a mais-valia do nosso escritório está na qualidade, especialização, agilidade e atendimento personalizado, que dispensamos aos nossos clientes.

Recentemente celebrámos mais um Dia Internacional da Mulher. Neste contexto, gostaríamos de entender a presença e a valorização das Mulheres no setor. Como observa, atualmente, a participação das Mulheres profissionais e a sua liderança neste campo?
A presença das mulheres na advocacia tem crescido significativamente ao longo dos anos, desempenhando um papel fundamental na defesa dos direitos e na promoção da justiça. As advogadas enfrentam desafios e obstáculos únicos na profissão, como preconceitos de gênero, desigualdade salarial e dificuldade em conciliar a vida pessoal e profissional.
No entanto, as mulheres advogadas têm-se destacado em diversas áreas do direito, contribuindo com o seu talento, ética e dedicação para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Elas ocupam cada vez mais cargos de liderança em escritórios de advocacia, tribunais e órgãos públicos, mostrando a sua competência e habilidade no exercício da profissão.
Além disso, as mulheres advogadas têm sido protagonistas em causas importantes, como a luta pelos direitos das mulheres, dos grupos marginalizados, dos trabalhadores e do meio ambiente. A sua atuação tem sido fundamental para a defesa dos direitos humanos e para a promoção de uma justiça mais inclusiva e igualitária.
É fundamental que a sociedade reconheça e valorize o trabalho das mulheres na advocacia, garantindo igualdade de oportunidades e condições para que possam exercer sua profissão com dignidade e respeito. A diversidade de género na advocacia é essencial para a construção de uma sociedade mais justa e plural, onde todos os cidadãos tenham a garantia da defesa dos seus direitos.

A igualdade de género é um dos temas mais discutidos no âmbito do Dia Internacional da Mulher. Posto isto, de que forma a CNT Avocats aborda e promove a igualdade de oportunidades e a inclusão, não só dentro da organização, mas também na prestação de serviços jurídicos?
A nossa equipa é composta maioritariamente por mulheres. Apenas temos um elemento do género masculino.
Não é fácil, sobre tudo nestas áreas de especialização, onde existem muitos homens, sobretudo, no ramo imobiliário. Encaramos o contexto como mais um desafio para nós. Mas o nosso foco será sempre na construção de uma equipa coesa, profissional e dedicada aos nossos clientes.

Para as jovens que estão a iniciar as suas carreiras profissionais, especialmente nesta que é a sua – e sendo a Cátia Neves Tavares uma Mulher e Advogada de sucesso –, que mensagem ou conselho gostaria de lhes deixar?
A advocacia é conhecida por ser uma profissão conservadora. Porém, aquelas que nela iniciam não devem ter medo de ousar, de inovar, de buscar fazer o melhor de uma forma diferente. Seguir o que diz Steve Jobs e evitar que “o barulho da opinião dos outros cale a sua própria voz interior”. Devem lutar pelos seus sonhos e ter paixão pela profissão que exercem!

Por último, que metas ou projetos tem planeados para a CNT Avocats neste ano de 2024? Com o que é que o mercado pode contar?
O balanço destes três primeiros meses de 2024 foi muito positivo. Apesar dos tempos de incerteza da conjuntura nacional e internacional, olhamos para o resto do ano com a convicção de que estaremos à altura dos desafios a nível macroeconómico, mas também com oportunidades de crescimento.
Temos vindo a explorar as ferramentas da Inteligência Artificial (IA) na Advocacia nas nossas áreas de atuação, pois não podemos ficar para trás, temos de ser inovadores e ser rápidos na resposta a dar aos Clientes. A IA é uma ferramenta e como tal precisamos aprender a retirar dela o máximo proveito.
No plano da crescente globalização da economia, com clientes e transações cada vez mais complexas e exigentes, as relações e parcerias internacionais e a capacidade de os escritórios de advogados assessorarem estas transações com qualidade e eficiência, são, e serão cada vez mais, no futuro, fatores críticos de sucesso!