AstraZeneca reitera compromisso com Portugal e os portugueses através de iniciativas de combate à pandemia da COVID-19

100 mil máscaras, 200 mil euros e sessões de esclarecimento para profissionais de saúde e doentes colocam AstraZeneca Portugal na linha da frente no combate à COVID-19

525

Entre as medidas de apoio implementadas para dar resposta à pandemia da COVID-19, a AstraZeneca doou cem mil máscaras de proteção para os profissionais de saúde em Portugal e contribuiu com 200 mil euros, num esforço local, para a linha de apoio financeiro “Todos por quem cuida”, criada pela APIFARMA, em conjunto com a Ordem dos Médicos e a Ordem dos Farmacêuticos, para ajudar profissionais de saúde e outras entidades que combatem a COVID-19.
A doação de máscaras surge no âmbito da parceria estabelecida globalmente pela AstraZeneca com a Plataforma de Ação COVID-19, do Fórum Económico Mundial, criada com o apoio da Organização Mundial da Saúde. No total, a AstraZeneca doou nove milhões de máscaras, distribuídas pelos países mais afetados. Em Portugal, as 100 mil máscaras foram entregues ao Ministério da Saúde, que fará a respetiva distribuição consoante as necessidades identificadas nas várias instituições.
No que diz respeito ao nosso esforço de I&D, a AstraZeneca, a nível global está a conduzir a sua investigação em quatro áreas fundamentais no combate à COVID-19: 1) Tratamento; 2) Prevenção; 3) Controlo do processo inflamatório e 4) Proteção cardio-renal.
Concretizando, o desenvolvimento de tratamento: anticorpos monoclonais capazes de neutralizar o vírus SARS-CoV-2 e que, não só poderão prevenir a doença, como também, poderão atenuar o impacto da COVID-19; prevenção através de uma parceria com a universidade de Oxford no desenvolvimento de uma vacina que usa um vetor viral recombinante (ChAdOx1) e que poderá prevenir a COVID-19; a investigação da aplicabilidade de medicamentos já disponíveis, nomeadamente no controlo do processo inflamatório causado pelo vírus, vulgo “tempestade de citoquinas”, que em muitos casos leva à morte de doentes infetados, e na proteção cardiovascular e renal em doentes com COVID-19.
Já a nível local a AstraZeneca Portugal materializou o seu apoio não apenas através da doação de 200 mil euros, o qual representa um esforço local da AstraZeneca Portugal, que realocou a este fundo parte dos investimentos que tinha planeado este ano, mas também no apoio à partilha de conhecimento sobre a COVID-19 e o seu impacto.
Neste âmbito, destaca-se o apoio da AstraZeneca a diversas sociedades médicas de relevo na realização de webinars para profissionais de saúde, assim como a associações de doentes na concretização de sessões de esclarecimento para pessoas com diabetes, insuficiência cardíaca, asma ou cancro.
Desde o início da pandemia que a AstraZeneca já apoiou a execução de inúmeras sessões online para profissionais de saúde e doentes, que contaram com milhares de visualizações. Nos webinars destinados a profissionais de saúde o objetivo passa por promover a partilha de conhecimento e experiências entre profissionais de saúde, muitas vezes de diversas nacionalidades, tendo em vista uma melhor capacitação de quem está na linha da frente. Nas sessões para doentes pretende-se responder às dúvidas que os doentes têm em plena pandemia da COVID-19.
Neste momento estão já em marcha outros projetos para profissionais de saúde e doentes, alguns já com datas anunciadas, como o que resultou numa parceria entre a Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH) e a Sociedad Española de Directivos de la Salud (SEDISA) e que se materializa num ciclo de 4 Webinars subordinados ao tema “Partilha de experiências na luta contra a COVID-19”, que decorreu entre 30 de abril e 12 de maio, com transmissão simultânea para Portugal, Espanha e América Latina.
Também com o intuito de assegurar que nenhum doente ficará sem acesso à medicação, a AstraZeneca garantiu um reforço adicional de stocks dos seus medicamentos e associou-se, através da APIFARMA, à Operação Luz Verde, que permite o acesso dos doentes aos medicamentos de ambulatório hospitalar, através da farmácia comunitária.
Ainda como forma de agradecimento a todos os profissionais de saúde que estão na linha da frente, assim como a todos os que têm diariamente de sair das suas casas para ir trabalhar, sejam trabalhadores do comércio, da logística ou da limpeza urbana, por exemplo, mesmo durante o Estado de Emergência, a AstraZeneca Portugal desenvolveu uma campanha de agradecimento que divulga através das suas redes sociais com as hastags #GratosMuitoGratos e #SempreComOsNossosHerois.
Sobre o momento único que estamos a viver, o Dr. Carlos Sánchez, Presidente da AstraZeneca Portugal, destaca “a solidariedade da companhia para com todos os infetados pela COVID-19 e respetivos familiares, assim como a gratidão para com os profissionais de saúde que diariamente estão na linha da frente nesta batalha contra o novo coronavírus”. No que ao apoio da AstraZeneca diz respeito, o presidente salienta que “estamos a fazer tudo o que está ao nosso alcance para apoiar os profissionais de saúde, seja através de donativos que possam contribuir para dar resposta às suas necessidades de proteção, seja através da partilha de conhecimento. E, porque os doentes estão sempre no centro de tudo o que fazemos estamos a trabalhar com as associações que os representam, ajudando na operacionalização de sessões informativas que possam ajudar na gestão da doença, nesta fase mais conturbada das suas vidas.”