WeDoStuff na vanguarda do poder da Comunicação

A comunicação é, nos dias que correm, uma chave essencial para abrir várias portas de sucesso – e quem defende esta teoria é a WeDoStuff. Sendo uma marca especializada em Marketing Digital e Performance, vive e «respira» os resultados que, com a ajuda desta poderosa ferramenta, transformam e elevam todos os negócios a um patamar global. José Sobral, CEO da empresa conta-lhe tudo.

253

A WeDoStuff é uma marca especializada em Marketing Digital e Performance. Num mercado que é cada vez mais competitivo, o que diferencia a mesma das restantes? O que fomenta a ideia de que é parceira ideal na comunicação dos clientes e, consequentemente, no seu crescimento organizacional?
Provavelmente irá soar a chavão, mas na WedoStuff “cada cliente é um cliente” pois existem vontades e necessidades próprias. Aquilo que nos distingue dos demais é a proximidade com o nosso cliente. Somos o verdadeiro departamento de comunicação e marketing mas sem ocupar um espaço físico nas suas empresas, seja o pequeno negócio de rua ou a grande empresa que fatura milhões.
Preocupamo-nos que o cliente consiga confiar no nosso trabalho, apresentando-lhe resultados consistentes. Vivemos disto!
Costumamos dizer aos nossos clientes que o nosso compromisso com eles é que estes consigam “vender”, não só o produto mas a sua marca. Chegar ao final do mês e perceberem que o que nos pagam é o valor justo e que será uma parceria para continuar durante vários anos é a nossa maior vitória. Os nossos clientes falam por nós!

Certo é, a WeDoStuff tem como artéria principal o facto de analisar cada projeto com detalhe e rigor. Que serviços e soluções disponibilizam no mercado para o efeito? Que valor aportam as mesmas nos negócios dos seus clientes?
Somos especialistas em estratégia digital e como tal explicamos que o processo de começar a comunicar por eles tem diversas etapas. Escrever nas redes sociais todos podem fazer. Comunicar, passar mensagem, tocar no cliente e conseguir resultados é algo completamente diferente.
Cada cliente que chega até nós, garantidamente é alvo de um enorme estudo de mercado. Não só o seu posicionamento atual, o seu potencial digital, mas igualmente é efetuada uma analise ao pormenor dos seus concorrentes mais diretos (produtos, processos e desempenhos). Queremos fazer melhor que a concorrência e como tal, estamos em cima dela. Procuramos também perceber a nível global o que está a acontecer no seu setor pois só assim podemos fazer um trabalho competente e profissional. É o chamado benchmarking digital que levamos de forma muito séria.

Vivemos num mundo global onde todos estamos ligados” é o mote pelo qual a WeDoStuff se rege. Olhando para o mercado e para cada setor de forma generalizada, acredita que existe hoje uma maior consciencialização da importância e das vantagens que a comunicação – e o seu poder – traz ao plano estratégico de uma empresa? O que mudou?
Passou a ser essencial estar “posicionado”, estar vivo nas redes sociais pois os utilizadores (que podem vir a ser clientes) valorizam isso. Basta olhar para o que aconteceu há semanas com o apagão de cinco horas das redes sociais, com o mundo a parar, onde diversas empresas tiveram prejuízos. Além do mais, algo que a pandemia trouxe foi mostrar às pessoas que às vezes é preciso ter planos “B e C” na sua vida e negócios. Em momentos de maior pressão, muitos clientes foram obrigados a expandir o seu negócio para o digital, outros que arrancaram projetos que talvez há muito estivessem na gaveta.

Qual tem vindo a ser o contributo da WeDoStuff no esclarecimento e fomentação da importância da comunicação nos dias que correm?
Como costumamos dizer aos clientes, “isto é um comboio que está a passar a uma grande velocidade e só quem o apanhar é que estará preparado para os próximos desafios”.
Vamos ser sinceros… estamos todos cansados de ver publicidade. Só reagimos ao que nos toca, ao que nos chama a atenção. Porque é que todos falam nas publicidades da “Control”, do “Licor beirão”, ou das “Aguas Frize” por exemplo? A sua forma de chegar até nós, independentemente do canal, marca pela diferença.
É isto que procuramos para os nossos clientes.

O tema da transição digital está na ordem do dia e, com ele, todas as oportunidades e desafios que poderá acarretar. Considera que existe em Portugal um clima favorável à inovação e ao conhecimento, independentemente da dimensão de cada negócio? Quais os principais desafios que se poderão esperar neste processo?
Considero que sim. Normalmente o nosso país tenta “copiar” o que lá fora se faz e os bons exemplos vêm (na minha opinião), principalmente do norte da Europa. Em Portugal há cada vez mais apoios para a inovação digital e isso é algo que nos deixa satisfeitos. Se queremos ser competitivos, internamente e externamente, temos de “digitalizar” os nossos negócios.

Uma das inúmeras vantagens da transição digital que temos vindo a assistir é o aumento da competitividade das empresas o que, por consequência, traz novos serviços e produtos aos consumidores. Deverá a digitalização ser um lema comum no tecido empresarial? Que outras oportunidades poderão surgir?
Sem sombra de dúvidas. Há mercados digitais que estão a abrir, há comparadores de tudo e mais alguma coisa. Hoje posso comprar um forno em Lisboa, em Madrid ou Toulouse. Bastam dois ou três cliques. Já não faz sentido existir a ideia de que “vou criar um negócio aqui na minha rua”. Hoje tudo pode ser global, se assim quisermos, claro.
Por isso mesmo, considero que hoje este tema já é algo falado e compreendido por uma boa parte do tecido empresarial.

Num futuro próximo, que novidades e projetos estão a ser desenhados para incluir no vasto portefólio da WeDoStuff?
Temos excelentes projetos a ser concluídos até ao final do ano. Por motivos de contratos não podemos apresentar já, mas a revista “Pontos de Vista” pode vir falar connosco em janeiro que teremos novidades (risos).
Posso também afirmar desde já, que no primeiro trimestre de 2022 iremos abrir novo escritório, agora no sul do país, onde já temos clientes e continuamos a ser muito requisitados.

No universo do Marketing Digital e da Performance, é sempre possível inovar e adaptar às constantes mudanças da sociedade? Podemos afirmar que é o que distingue a WeDoStuff?
Fazemos um esforço enorme dentro da nossa estrutura para estarmos preparados a todas as mudanças. Se não o fizermos quem fará? Eu não acreditaria há um ano que hoje estariamos a gerir contas de TIK TOK de clientes empresariais… Mas estamos.