Marca de joalharia wonther brilha com 2 prémios na campanha pela igualdade de género

A campanha "Raise The Finger" da Wonther, é mais do que uma simples iniciativa

Data:

A Wonther, a icónica marca de joalharia sem género que toca corações, acaba de conquistar dois prémios emocionantes pela sua campanha inovadora de igualdade de género. Estes prémios, não são apenas um reconhecimento, mas uma prova viva da paixão que impulsiona esta marca a fazer a diferença no mundo.
A Associação Portuguesa dos Profissionais de Marketing (APPM) premiou a Wonther com duas merecidas distinções de prata, nas categorias de Publicidade Digital e Sustentabilidade e Responsabilidade Social, pelas suas ações corajosas e dedicadas em prol da igualdade de género.
A campanha “Raise The Finger” da Wonther, disponível nas redes sociais da marca (https://lnkd.in/diPExZqJ), é mais do que uma simples iniciativa. Ela representa a voz das mulheres, que, segundo a Harvard Business Review, demonstram maior iniciativa, inovação, resiliência e liderança no local de trabalho do que os homens. Contudo, continuam a enfrentar discriminação salarial. Esta campanha corajosa convida todos a unirem-se contra essa desigualdade e a partilharem a sua indignação.
Os números não mentem, e na União Europeia (UE), a diferença média de remuneração entre homens e mulheres era de 12,7% em 2021, com um valor de 11,4% em Portugal. A Wonther e a sua campanha “Raise The Finger” não aceitam esses números como destino, mas como uma chamada à ação.
Esta notável campanha foi criada em colaboração com a agência Coming Soon Lisboa, demonstrando como a união faz a força na luta pela igualdade de género.
A recente atribuição do Prémio Nobel a Claudia Goldin é mais do que um mero reconhecimento. O seu trabalho inovador na compreensão das disparidades salariais entre homens e mulheres lançou luz sobre as questões cruciais que fundamentam a nossa campanha. A sua pesquisa abrange mais de dois séculos de dados nos EUA, revelando descobertas marcantes:
• A curva em forma de U: A participação das mulheres no emprego remunerado não seguiu um caminho linear, refletindo mudanças históricas complexas.
• Família vs. Carreira: As dificuldades históricas em equilibrar trabalho e família tiveram um impacto significativo nas mulheres casadas e mais velhas na força de trabalho.
• Barreiras evidentes: Barreiras legais já desempenharam um papel na prevenção das mulheres de manter certos empregos depois de casadas.
• Mudanças Estruturais: A transição para estruturas salariais mensais criou novos desafios para as mulheres, especialmente aquelas com filhos.
• Escolhas Educacionais: As primeiras escolhas educacionais das mulheres muitas vezes limitaram as suas opções quando reingressaram no mercado de trabalho.
• Planeamento Familiar: A introdução da pílula anticoncecional transformou as escolhas profissionais das mulheres.
Olga Kassian, a inspiradora fundadora da Wonther, partilhou as suas emoções: “À medida que navegamos nas nossas próprias carreiras, não podemos deixar de ficar comovidas com as descobertas da Claudia Goldin. A sua dedicação para descobrir a verdade por trás das disparidades salariais entre homens e mulheres é uma inspiração para todos nós.” e acrescentou com orgulho: “Os dois prémios atribuídos à Wonther foram mais do que reconhecimento do nosso trabalho, foram o reconhecimento desta realidade que também é a nossa causa.”

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 132

Popular

Mais Artigos deste tipo

Moda Online: As Últimas Tendências

Com a crescente popularidade das lojas de roupa online...

Perfumes Online: As Fragrâncias que estão em alta

Descubra o encanto dos perfumes online Comprar perfumes online é...

Festival Alive começa hoje com Arcade Fire e The Smashing Pumpkins

O festival abre as suas portas às 15 horas...

Ensino superior amplia oportunidades de emprego e melhora salários para os jovens

Após a crise pandémica, as taxas de desemprego juvenil...