Inicio Tags Cepsa

Tag: Cepsa

III FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO CORUCHE by CEPSA

De 29 de outubro a 3 de novembro, todos os olhos vão estar apontados ao céu, neste evento que traz a Portugal mais de 30 balões de todo o mundo, a apenas 50 minutos de Lisboa.

Como habitual, o festival reservou algumas estreias e novidades. “Para além da apresentação oficial do maior balão de ar quente do mundo a voar comercialmente com passageiros — um gigante com mais de 40 metros de altura e capacidade para 34 pessoas — a edição deste ano planeou ainda mais atividades para toda a família.

Para além dos voos livres de balão, o FLUTUAR vai encher as ruas de Coruche, de 1 a 3 de novembro, com jornadas de gastronomia tradicional, feiras do livro e artesanato, uma exposição de construções com peças Lego, Street Food Fest, animação de rua e street art, insufláveis, uma caminhada, concentração e passeio de viaturas clássicas ou o já esperado espetáculo de luz e música eletrónica Night Glow. E, pela primeira vez, workshops, drones e rádio-modelismo aéreo, realizados pelo Aero Club de Portugal”, comentou Guido Van Der Velden dos Santos, da Windpassenger, responsável pela organização e direção técnica.

A Cepsa batiza, pelo primeiro ano, o nome do Festival, associando-se como patrocinador oficial. Para Filipe Henriques, Diretor da Cepsa de GPL-GN e Eletricidade Residencial “É com muito gosto que somos parceiros na realização do FLUTUAR by Cepsa, sendo que este momento é duplamente gratificante uma vez que marca também o facto de termos atingido 100% de cobertura nacional no gás engarrafado com uma gama completa diferenciadora. Os balões são movidos a Gás Cepsa, com um produto sustentável e amigo do ambiente”.

Com coorganização do Município de Coruche, o evento dedica-se, este ano, a promover a consciencialização do público para a importância da Floresta de Montado. As viagens de balão sobrevoam, aliás, algumas das mais bonitas paisagens nacionais, sobre o rio Sorraia ou a fértil e
verdejante lezíria Ribatejana, daquela que é conhecida como a “Capital Mundial da Cortiça”. Para o Presidente da Câmara Municipal de Coruche, Francisco Oliveira, “o Festival Internacional de Balonismo é um evento turístico inovador e diferenciador, que coloca em destaque a riqueza do
património natural e cultural do concelho, nomeadamente a maior mancha de montado de sobro do país, o centro histórico e zona ribeirinha da vila de Coruche. Mas a sua grande vantagem competitiva reside na dinâmica económica e turística que consegue imputar durante estes dias do evento, e também no impacto que tem ao longo do ano.”

Mas voltemos às estrelas deste evento: os balões. São 33, de equipas nacionais e estrangeiras, dos mais regulares aos mais surpreendentes. Uma oportunidade única de ver voar balões tão originais como Vincent Van Gogh, uma verdadeira obra de arte com o rosto do célebre pintor holandês; o balão Bidu, homenagem à primeira personagem do cartoonista brasileiro Maurício de Sousa ou uma superbike de 37 metros de altura e 46 de largura. Os voos estão planeados para as 7h da manhã em todos os dias do evento, com reforço de um segundo voo às 16h na sexta-feira, sábado e domingo. No quiosque da Windpassenger, os visitantes poderão encontrar promoções especiais para voos ou adquirir Gift Cards de oferta para o Natal a preços exclusivos.

O evento, organizado pela Windpassenger e Município de Coruche, conta ainda com os apoios da Renascença, como parceiro media oficial, Toyota Caetano Auto, TAP Air Portugal, Aero Club de Portugal, Visit Portugal, Cision e Kubicek Balloons.

Cepsa e Cosmo Energy Group procuram novas oportunidades de parceria no mercado de lubrificantes

A Cepsa e a Cosmo assinaram hoje um memorando de entendimento (MOU, pelas suas siglas em inglês) para estudar novas oportunidades de negócio no mercado de lubrificantes a nível internacional, tanto em Espanha como no Japão.

O acordo celebrado abrange o estudo de potenciais sinergias na produção de lubrificantes e refrigerantes, a troca de tecnologia e formulações e a procura de possíveis parcerias na comercialização destes produtos, que lhes permitam ser mais eficientes.

Além disso, a parceria reflete também o interesse de ambas as empresas em alcançar um acordo para fabricar e fornecer lubrificantes e refrigerantes em nome da outra empresa, sob a marca Cepsa ou Cosmo.

Durante a assinatura do acordo, Pedro Miró, CEO da Cepsa, assinalou: “Este novo acordo com a Cosmo permite-nos continuar a partilhar experiência e tecnologia com uma das empresas mais relevantes do setor energético na Ásia, de modo a alcançarmos os pontos fortes complementares que permitam o crescimento das nossas várias áreas de negócio”.

Por sua vez, Hiroshi Kiriyama, CEO da Cosmo Energy Holdings, enfatizou: “É um grande privilégio para a Cosmo ampliar a colaboração com a Cepsa para partilhar o know-how e tecnologia. O novo acordo proporcionará também confiança e valor acrescido para os nossos clientes. A Cepsa tem sido um parceiro indispensável para a Cosmo na Europa e ambas as empresas estão dispostas a assumir novos desafios”.

Parceiros Estratégicos

As duas companhias, que integram o portfólio da Mubadala (a Cepsa a 100% e a Cosmo Energy Holdings em 20,8%), começaram a analisar oportunidades de negócios em 2014, quando assinaram um acordo inicial centrado no estudo de possibilidades de parcerias relativamente ao negócio de Exploração e Produção.

Esta aliança estabeleceu as bases para criar a subsidiária Cosmo Abu Dhabi Oil Exploration & Production Co. Ltd, a operar em conjunto nos Emirados Árabes Unidos. Através desta parceria (80% da Cosmo Energy Exploration, 20% da Cepsa), ambas as companhias operam quatro campos de petróleo em Abu Dhabi: Hail, Mubarraz, Umm Al-Anbar e Neewat Al-Ghalan, localizadas em águas pouco profundas a oeste do Emirado.

Negócio de Lubrificantes

A Cepsa possui um portfólio diversificado de lubrificantes, óleos-base e parafinas, que comercializa para mais de 80 países, desde 1950, através da sua equipa especializada em vendas. A Cepsa é uma das empresas líderes na produção e comercialização de lubrificantes e óleos-base em Espanha, onde tem duas fábricas especializadas, uma em San Roque (Cádiz) e outra em Paterna (Valência), onde, além dos lubrificantes, são produzidos refrigerantes de alta tecnologia. A companhia também exporta estes produtos para a Europa e outros mercados em expansão, como a América Latina, o Médio Oriente, o Norte de África e a Ásia.

Cepsa e Masdar centram a sua colaboração nas energias renováveis em Portugal e Espanha

Após a assinatura do memorando de entendimento (MOU pelas suas siglas em inglês) em 2017, este novo acordo estabelece as linhas de atuação para o crescimento do portfólio das renováveis de ambas as companhias. O foco principal irá centrar-se nas tecnologias eólica e solar fotovoltaica, em Portugal e Espanha, onde a Cepsa está interessada em desenvolver uma capacidade entre 500 e 600 MW nos próximos cinco anos.

A colaboração baseia-se na experiência energética de ambas as companhias, propriedade de Mubadala Investment Company, e reflete o seu esforço para aproveitar as sinergias do portfólio diversificado de negócios da Mubadala para acelerar o desenvolvimento das energias renováveis nos mercados internacionais.

Durante a cerimónia de assinatura, Pedro Miró, CEO da Cepsa, assinalou: “após a fase inicial de análise das oportunidades de acesso ao mercado em diferentes zonas geográficas, concordámos que a região Ibérica seja o foco inicial da nossa estratégia de crescimento conjunto. Este passo permitirá combinar sinergias e experiências num dos principais mercados de energias renováveis do mundo.”

Por sua parte, Mohammed Jameel Al Ramahi, CEO da Masdar, indicou: “a Masdar tem uma vasta presença e um crescente portfólio de projetos de energia renovável na Europa. Estamos muito satisfeitos em ver como a nossa colaboração com a Cepsa se desenvolve e esperamos partilhar a nossa experiência e trajetória no desenvolvimento de projetos para explorar novas oportunidades comerciais na Península Ibérica, tanto em energia solar como eólica.” 

Este acordo reforça o modelo diversificado de energia e a estratégia de longo prazo da Cepsa, e está alinhado com as previsões da companhia, conforme descrito no seu relatório Cepsa Energy Outlook 2030. Em 2017, a companhia adquiriu os direitos para desenvolver o seu primeiro parque eólico em Jerez de la Frontera (Cádiz). A companhia levou a cabo as fases de desenvolvimento e construção do projeto, com o objetivo de entrar em funcionamento no primeiro trimestre de 2019.

A Masdar é líder mundial em energia solar e eólica com presença em mais de 25 países.  A capacidade de geração de eletricidade dos seus projetos, que estão em pleno funcionamento ou em desenvolvimento, é de cerca de 4 gigawatts (GW) brutos.

Sobre a Cepsa

A Cepsa é uma Companhia Energética Global, que opera de modo integrado em todas fases da cadeia de valor dos hidrocarbonetos, para além de fabricar produtos a partir de matérias-primas de origem vegetal e de estar presente no setor das energias renováveis. A Mubdala Investment Company, um dos maiores fundos soberanos do mundo é o seu único acionista.

Tem mais de 85 anos de experiência e uma equipa de cerca de 10.000 profissionais com grande excelência técnica e capacidade de adaptação. Está presente em todos os cinco continentes através das suas áreas de negócio de Exploração e Produção, Refinação, Petroquímica, Marketing, Gás e Eletricidade e Trading.

Sobre a Masdar

Masdar é uma empresa de energias renováveis de Abu Dhabi, dedicada a promover o desenvolvimento, a comercialização e investigação de tecnologias e soluções de energia limpa. A empresa funciona como um elo entre a economia atual baseada em combustíveis fósseis e a economia de energia do futuro. É detida a 100% pela Mubadala Investment Company, o fundo de investimento estratégico do Governo de Abu Dhabi. Masdar dedica-se à visão de longo prazo dos Emirados Árabes Unidos para o futuro da energia e da água.

Em Espanha, a empresa está presente desde 2008 e fornece eletricidade para mais de 107.000 lares, graças às suas instalações na província de Cádiz (Valle 1 e Valle 2) e Sevilha, onde tem a Gemasolar, a primeira central termo solar à escala comercial no mundo capaz de fornecer energia 24 horas por dia, uma inovação tecnológica que abriu o caminho para uma nova e mais eficiente tecnologia.

EMPRESAS