Inicio Tags Engenharia civil

Tag: engenharia civil

“O capacete, as botas e o colete nunca me intimidaram”

Engenharia civil não era a sua área de eleição, mas as boas notas a matemática fizeram-na escolher o caminho da engenharia. “Entrei na faculdade completamente às escuras, sem saber para o que ia. Depois, com o decorrer do tempo fui-me apaixonando pela área. Quando terminei o gosto foi ainda maior. Tudo o que era teórico ficou para trás e passei a conhecer, a sentir as coisas e a lidar com as pessoas”.

Lurdes Neves trabalha em direção de obra há quase 16 anos e passando por várias empresas. Sair do país, apesar dos tempos conturbados que passou, nunca foi uma opção porque acredita que o país precisa de pessoas com garra e que queiram fazer o que fazem bem por cá. A teimosia em ficar levou-a a ter de se deslocar para Trás-os-Montes e até em Lisboa morou.

Chegou a criar a sua própria empresa mas por culpa da crise socioeconómica que Portugal sofreu acabou por vendê-la. Olhar para trás também não foi opção e recorda essa decisão como “a melhor medida a ser tomada na época”. Depois, voltou ao mercado que já conhecia tão bem.

“Ser mulher nunca foi um problema. Adoro ir para a obra”

“A maioria das mulheres que tiraram o curso na mesma altura que eu foram trabalhar para gabinete, fiscalização ou projeto mas eu sempre soube que queria estar no terreno porque é lá que a ação acontece, é lá que estou próxima das pessoas”.

“O capacete, as botas e o colete nunca me intimidaram para mim o importante é colocar a mão na massa, sentir as pessoas e com elas aprender e ver o trabalho desenvolvido na prática. Sempre gostei de aprender com os trabalhadores, quando saímos da faculdade não sabemos nada de prática e é no terreno que crescemos”, declara.

Soube que uma postura humilde lhe traria os melhores frutos e por isso perguntas do género “como é que acha que se faz?” ou pedidos “ensine-me, por favor” seriam a chave para que as pessoas confiassem e se abrissem.

“Depois destes anos todos, é muito gratificante perceber a empatia que consegui criar com todas as pessoas com que trabalhei em obra. Cada pessoa é uma cabeça, uma família e que tem os seus próprios problemas e isso tem de ser tido em conta.

Ao sermos compreensivos recebemos respostas muito positivas. Trabalhar em obra é dar muito e receber também. Igualar as pessoas é muito importante e uma forma de conseguir resultados positivos”.

Bom senso e espírito de humanidade são as características que a nossa interlocutora elege como fundamentais para se trabalhar na área “os trabalhadores é que fazem de nós bons ou maus profissionais, o relacionamento interpessoal não pode ser descurado”.

O que mais gosta no seu trabalho?

“Gosto muito de fazer direção de obra, de ser acompanhada, valorizada, fico muito mais entusiasmada quando sinto o reconhecimento pelo meu trabalho, como qualquer pessoa. Para mim, o gabinete serve para pôr a papelada em ordem e, por isso, o terreno é a minha grande paixão. Nestes anos aprendi a lidar com conflitos e a valorizar as pessoas no momento certo. Por norma, os trabalhadores sentem um sentimento de inferioridade e para mim isso não faz qualquer sentido. Não custa nada cumprimentar as pessoas, saber o nome das delas, afinal, todos, formamos uma equipa e ter outra atitude que não esta é completamente errado”.

Que conselho poderia dar a uma jovem engenheira civil que esteja a começar carreira?

“Muita dedicação e trabalho. Em qualquer profissão, só seremos boas profissionais se praticarmos muito. O Cristiano Ronaldo é um ótimo exemplo disso mesmo. Dedicação e trabalho são a chave para o sucesso. É como se diz ‘enquanto os outros dormirem, estuda ou trabalha para poderes ser melhor’. Estamos numa fase complicada quer para engenheiros experientes, quer para recém-licenciados. Se por um lado, os com mais experiência são mais caros, os recém-licenciados precisam de experiência. São financeiramente mais apetecíveis, no entanto a falta de experiência não ajuda na garantia da boa execução dos trabalhos”.

Primeira empresa de engenharia em Portugal com certificação ISO9001:2015 pela SGS

Representante da SGS e Sónia Gomes, Partner da ASL Associados

A SGS atribuiu, no passado dia 23 de novembro, a Certificação ISO 9001:2015 – Sistema de Gestão da Qualidade, à ASL ASSOCIADOS, uma empresa fortemente vocacionada para a área de projeto e consultoria em engenharia civil.

O âmbito da certificação centrou-se na prestação de serviços de projetos de engenharia, gestão e fiscalização de obras, certificação energética, medições acústicas e diagnóstico de patologias em edifícios.

Ao certificar-se pela norma ISO 9001:2015, pela SGS, uma entidade independente e devidamente acreditada, esta empresa mostra não só o seu espírito pioneiro, porque falamos de uma norma recentemente atualizada e publicada, mas também o seu compromisso com a Qualidade e satisfação dos seus clientes.

A norma ISO 9001:2015 posiciona a nova versão como parte integrante dos esforços de uma organização em direção ao desenvolvimento sustentável e tem uma maior abordagem à gestão de qualidade baseada no risco, realçando-se aqui a relevância da adoção de um Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) como uma ferramenta de decisão estratégica.

Sobre a empresa ASL ASSOCIADOS, (www.aslassociados.com)

Na cerimónia da 2.ª edição dos Prémios Reabilitação na Construção, novembro 2015, o Júri atribuiu à ASL o 1º prémio, na categoria Gabinete. As razões da escolha são apresentadas na pág. 85 https://goo.gl/mLb504

A ASL ASSOCIADOS é uma empresa fortemente vocacionada na área de projeto e consultoria em engenharia civil. Fundada em 2006, baseia a sua estratégia de atuação na oferta de um serviço global de engenharia, nomeadamente, a Consultoria e Assistência ao Dono da Obra, a Elaboração de Estudos e Projetos Multidisciplinares, assim como todas as atividades inerentes à Fiscalização e Gestão de Obra, assegurando assistência na gestão e supervisão da sua construção (controlo de custos, prazos, encomenda e receção de materiais, coordenação e gestão de subempreiteiros em obra, etc.).

A ASL ASSOCIADOS é uma sociedade independente de quaisquer fornecedores de bens de equipamentos, construtores e instaladores.

Sobre o Grupo SGS (www.sgs.pt)

O Grupo SGS é o líder mundial no domínio da inspeção, verificação, análises e certificação. Com mais de 80 000 colaboradores, a SGS opera uma rede de mais de 1650 escritórios e laboratórios em todo o mundo.

Presente em Portugal desde 1922, a SGS conta com uma vasta equipa de colaboradores especializados, apoiados por uma rede de modernos laboratórios acreditados nas áreas Agroalimentar, Detergentes, Produtos de Higiene, Cosméticos, Dispositivos Médicos, Ensaios Não Destrutivos, Ambiental e Segurança Ocupacional.

Enquanto Organismo de Certificação, a SGS foi o primeiro a obter a acreditação para a Certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade em 1998. Desde então, sempre liderou o mercado, inovando nos serviços, de acordo com as principais tendências internacionais, nomeadamente na certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade, Ambiente, Segurança Ocupacional, Segurança Alimentar, Responsabilidade Social, Serviços e Produtos, entre outros.

EMPRESAS