Inicio Tags Fundação da Juventude

Tag: Fundação da Juventude

Jovens cientistas portuguesas conquistam primeiro prémio em Macau

O projeto “Mercúrio na ria de Aveiro: quais os impactos e possíveis soluções?”, que Inês Lourenço, Jéssica Valente e Maria João Marcelino levaram, através da Fundação da Juventude, à 34º Edição do China Adolescents Science and Techonolgy Innovation Contest (CASTIC), obteve o primeiro prémio,  na categoria dos projetos internacionais.

Este projeto foi ainda galardoado com dois prémios na categoria de Special Awards: o Gao Shiqi Special Award e o University of Macau Science and Technology Innovation Special Award.

Para a Fundação da Juventude este prémio representa um  contributo muito importante na visibilidade internacional dos seus projectos e um marco determinante na projeção internacional da Juventude.

A delegação portuguesa regressa a Lisboa no dia 26 de Julho, às 20 horas (hora de Lisboa),  no voo da Emirates,  oriundo do Dubai – EK 193.

O projeto português

O projeto “Mercúrio na ria de Aveiro: quais os impactos e possíveis soluções?” é um projeto de investigação na área da biologia, que se destacou na 13ª Mostra Nacional de Ciência promovida pela Fundação da Juventude. Desenvolvido na Escola Secundária Homem Cristo, em Aveiro, o projeto pretende avaliar o impacto e as possíveis soluções dos níveis elevados de mercúrio verificados na ria de Aveiro.

34º Edição do China Adolescents Science and Techonolgy Innovation Contest (CASTIC)

O CASTIC é uma iniciativa organizada para estudantes amantes da ciência, com idades compreendidas entre os 12 e os 20 anos. Este concurso é um dos mais prestigiados e um dos maiores concursos para jovens cientistas de todas as partes do mundo. Tem como objetivo fortalecer valores e tradições compartilhadas para a construção de uma integração regional. Decorre de 20 a 26 de julho, em Macau.

Projeto digital vai combater “falta de interesse de alunos em tecnologia”

© Reuters

“Este programa surgiu com a identificação de um problema, mas também pela urgência que existe, em Portugal, de dirigir a educação das crianças e jovens para a área da tecnologia e ciências aplicadas”, explicou à Lusa o presidente da Fundação da Juventude, Francisco Maria Balsemão.

O programa, designado “MAKE CODE: PROGRAMA O TEU FUTURO”, vai abranger, nos próximos três anos letivos, cerca de oito mil alunos, que frequentam os 1.º, 2.º e 3.º ciclos de escolaridade, e mais de 500 professores de escolas TEIP (Territórios Educativos de Intervenção Prioritária) da região Norte.

Segundo o presidente da Fundação da Juventude, este programa, baseado sobretudo na programação e nas ciências da computação, vai “tornar mais fácil a compreensão destas matérias” ao permitir que os alunos “usem e apliquem estes métodos às disciplinas que estudam, como Estudo do Meio ou até Geografia”.

“A essência do programa é tornar interessante e apetecível a programação, porque, mesmo que o aluno não queira seguir as áreas da informática profissional avançada, vai ter algumas noções daquilo que a programação significa”, salientou.

Francisco Maria Balsemão acredita que, apesar de o “contexto de sala de aula ter evoluído muito”, é ainda necessário tornar “acessível a compreensão destas áreas” e criar nas crianças e nos jovens “o bichinho pela programação”.

“Estas são e vão continuar a ser áreas bastante procuradas a nível nacional e internacional. Atualmente, a grande maioria dos alunos das áreas da informática e tecnologia são logo absorvidos pelo mercado de trabalho. Portanto, esta iniciativa permite também adequar a procura, que vai certamente continuar a aumentar no futuro”, acrescentou.

A Fundação da Juventude vai admitir, até ao final do mês, inscrições para a implementação do projeto nas escolas, sendo que a escola do Cerco e a escola secundária Rodrigues de Freitas, no Porto, vão ser as primeiras a receber o ‘roadshow’ de apresentação do projeto e a formação para os professores e alunos.

“MAKE CODE: PROGRAMA O TEU FUTURO”, uma iniciativa promovida pela Fundação da Juventude e cofinanciada pelo Programa Operacional Capital Humano, Portugal 2020 e União Europeia, conta ainda com a parceria da Microsoft.

LUSA

Concurso de “Artes e Talentos 2016” alarga prazo de candidaturas até dia 29 de fevereiro

Promovido pela Fundação da Juventude, o Concurso “Artes e Talentos 2016” visa distinguir a apresentação de projetos de exposição para o Palácio das Artes (ocupação total ou parcial). Aos melhores projetos, individuais ou coletivos, nas áreas da pintura, escultura, fotografia, gravura, instalação, arquitetura e design, é dada a oportunidade de exporem no Palácio das Artes, durante os meses de Abril e Maio.
Para Ricardo Carvalho, Presidente Executivo da Fundação da Juventude «o Palácio das Artes é hoje uma referência na área das artes e uma privilegiada montra de talentos em plena cidade do Porto. Dedicada às artes e criações de jovens talentos, o espaço conta com o apoio institucional da Fundação da Juventude tanto na promoção e divulgação como na produção e apoio logístico em cada exposição.»

O concurso “Artes e Talentos 2016” está aberto a todos os jovens residentes em Portugal com idades compreendidas entre os 18 aos 35 anos, os quais podem concorrer apenas um projeto. As candidaturas decorrem até 29 de fevereiro de 2016 e devem ser enviadas por e-mail para palaciodasartes@fjuventude.pt.
As exposições selecionadas terão lugar de 2 de Abril (Dia Nacional dos Centros Históricos) a 30 de Maio, no Palácio das Artes-Fábrica de Talentos, no Largo de S. Domingos, no Porto.

EMPRESAS