Inicio Tags Maia

Tag: Maia

Conhecidos os vencedores do XII Concurso Literário Nacional – Conto Infantil de Cabeceiras de Basto

O júri do XII Concurso Literário Nacional – Conto Infantil de Cabeceiras de Basto, constituído pelo Professor Joaquim Jorge Carvalho, na qualidade de Presidente do Júri, e os escritores Belanita Abreu e Simão Machado, reuniu, em Cabeceiras de Basto, com o objetivo de apurar os resultados finais dos trabalhos candidatos aos Prémios do Concurso.

O júri fundamentou a sua escolha nos critérios de organização, coerência e coesão do texto, obediência às características do género em questão, criatividade, qualidade literária, contendo uma alusão ao Concelho de Cabeceiras de Basto.

A sessão de entrega dos prémios, está agendada para o dia 30 de novembro, às 15h30, na Biblioteca Municipal Dr. António Teixeira de Carvalho, no Arco de Baúlhe.

Os vencedores são os seguintes: 

1º – Prémio – Rui Damásio Alvites (Boticas) – 600,00 € (seiscentos euros) para o melhor conto.

2º – Prémio – Susana Manuela de Sousa (Lisboa) – 350,00 € (trezentos e cinquenta euros) para o segundo melhor conto.

3º – Prémio – Gláucia Kronberg Medeiros (Maia) – 250,00 € (duzentos e cinquenta euros) para o terceiro melhor conto.

Prémio menção honrosa – Valdir Daniel Neiva Teixeira (Cabeceiras de Basto) – 200,00 € (duzentos euros) para o melhor jovem escritor.

Com esta iniciativa a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto pretende promover e consolidar os hábitos de leitura e de escrita criativa, através de uma atividade que estimule o envolvimento da população a nível nacional. O Concurso Literário Nacional promove deste modo a escrita criativa e valoriza a expressão literária, divulga autores portugueses e aspetos relativos à cultura literária, assim como valoriza a cultura cabeceirense. 

PROGRAMA ‘MOSTEIRO DE EMOÇÕES’ 

 NOVEMBRO

21 de novembro | 17h30

O Futuro visita o passado – Ciclo de tertúlias – Tertúlia Sobre Educação Patrimonial

Local: Casa do Tempo

30 de novembro I 15h30

Concurso Literário Nacional – Conto Infantil de Cabeceiras de Basto

Cerimónia da Entrega de Prémios

Local: Biblioteca Municipal Dr. António Teixeira de Carvalho, no Arco de Baúlhe

DEZEMBRO

6 a 9 dezembro (de 5ª feira a domingo)

Bienal Internacional de Flauta Transversal – Exposição, Master classes Concertos

Local: Mosteiro de S. Miguel de Refojos – Cabeceiras de Basto

Banda Cabeceirense | Adriana Ferreira, Ana Maria Ribeiro e Michel Bellavance  I Isolda Crespi Rubio

‘MOSTEIRO DE EMOÇÕES’ 

O programa ‘Mosteiro de Emoções’ tem como elemento central o Mosteiro de S. Miguel de Refojos, magnífico monumento beneditino em Cabeceiras de Basto. Dirigido a um público diversificado, o programa desenvolve-se em três eixos temáticos Cultura/Artes Performativas, Gastronomia/Sabores e Saúde e Bem-Estar que aliam a itinerância, a combinação e a diversidade. Este vasto programa cultural estende-se até julho de 2019, e assenta em parcerias alargadas que vão desde as instituições locais a diversas entidades regionais e nacionais.

Pretendendo ser um importante motor de dinamização cultural contempla iniciativas culturais e artísticas diversas, das artes plásticas às artes performativas, da literatura às atividades holísticas e ao artesanato, privilegiando, ainda, manifestações de divulgação histórica, patrimonial e gastronómica. Todas estas atividades decorrerão sob diversos formatos: exposições, concertos, concursos, mostras, festivais, provas e degustações, workshops, tertúlias, master-classes e visitas, dirigidas a públicos distintos e potenciais visitantes, turistas e parceiros. As atividades decorrerão preferencialmente em locais simbólicos do Município, especialmente no Mosteiro de S. Miguel de Refojos, mas também em espaços culturais, escolas e universidades, associações e clubes culturais de Cabeceiras de Basto ou de municípios estratégicos e vizinhos.

Trata-se de um programa cultural que resulta de uma candidatura a fundos comunitários designada ‘Mosteiro de S. Miguel de Refojos, Património Cultural Ímpar’, através do NORTE 2020, e que integra, para além de um conjunto de ações materiais, obras de reabilitação de coberturas e fachadas do Mosteiro e requalificação da antiga livraria beneditina, um programa cultural que se materializará em múltiplas manifestações artísticas, de exaltação do património, tradição e história.

O programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’ desenvolver-se-á até julho de 2019 e integra 23 atividades. Especial destaque para o envolvimento de inúmeros parceiros de Cabeceiras de Basto, desde a comunidade educativa, empreendedores locais, passando pelo movimento associativo e outras instituições do concelho, mas também parceiros externos como universidades, escolas profissionais, orquestras, cooperativas, empresas de dinamização cultural, entre outros.

O Mosteiro de S. Miguel de Refojos continuará a atrair e a seduzir cada vez mais visitantes e turistas, levando o nome de Cabeceiras de Basto bem longe e, dessa forma, contribuirá também para o aumento do prestígio e da imagem de Cabeceiras de Basto.

Dos três eixos temáticos – Cultura/Artes Performativas, Gastronomia/Sabores e Saúde e Bem-Estar – que contarão com o envolvimento de muitos parceiros, especial destaque para a Bienal Internacional de Flauta Transversal, como reconhecimento e exaltação da grande flautista nacional, Adriana Ferreira, natural do concelho, e solista da Orquestra Nacional de França desde 2012; a ‘Sebenta do Património’; a ‘Noite das mil e uma histórias’; o Seminário Internacional; Festival Ibérico de Canto Gregoriano; a ‘Mesa de Cabeceiras’, o ‘Festival Aromático’; a ‘Mostra de Sabores Beneditinos’; o ‘Encontro Holístico’, entre muitos outros.

Maia: Está aí o 1º Campeonato Europeu de Kettlebell Sport / Kettlebell Lifting

O Campeonato irá realizar-se na cidade da Maia, no Pavilhão Municipal da Maia e durante os dias 8,9,10 e 11 de novembro de 2018, com o dia 8 reservado à receção das delegações europeias, registos e pesagem dos atletas.
A competição iniciar-se-á no dia 9.11.2018 pelas 9 horas e terá como disciplina inicial de Long Cycle. O Campeonato de Kettlebell Sport será realizado na vertente clássica, com as disciplinas de Long Cycle, Biathlon, 1 Arm Long Cycle e Snatch, nas classes de Elite, Amador, Veteranos, Under 15, Under 18, Under 23, Estudante, Incapacitado e também provas de Estafetas (Homem, Mulheres e mistas).
Depois da realização do primeiro mundial no passado mês de junho, em Itália (Milão), a WKSF irá fazer história e encontrar os primeiros campeões Europeus da modalidade desportiva e das diversas classes e categorias de peso corporal.
As provas, sempre com o tempo máximo de 10 minutos a levantar Kettlebells e para o máximo de repetições (válidas e sem pousar os pesos no chão), irão decorrer durante todos os dias e no último dia (11.11.2018) o Portugal Kettlebell Club irá realizar um Open Internacional de Meia Maratona (30 minutos de prova), nas disciplinas de 1 Arm Long Cycle, 1 Arm Jerk e Snatch.
A Cerimónia de Abertura dos Campeonatos irá realizar-se no dia 09.11.2018 e em cada dia serão atribuídas as medalhas e respetivos troféus.
Serão os primeiros Europeus realizado pela World Kettlebell Sport Federation, onde Portugal e a cidade da Maia ficarão para sempre na história da modalidade desportiva de Kettlebell Sport / Kettlebell Lifting e onde cerca de 15 países estarão durante os 4 dias a promover a modalidade desportiva, na Europa e no Mundo.

Maia testa passadeiras 3D para abrandar condutores

© iStock

Em causa está, de acordo com informação remetida à agência Lusa pela câmara da Maia, um conceito pioneiro em Portugal que teve início no Japão e já foi implementado em Ísafjorour, na Islândia.

“Trata-se de uma solução simples, quase um ‘ovo de Colombo’, na qual vemos potencialidades no incremento da segurança rodoviária, particularmente na defesa dos peões. Por isso esta solução ficará em teste e se a sua eficácia der provas no terreno eventualmente passará a ser usada noutros locais do concelho”, disse o presidente da câmara, António Silva Tiago.

A primeira passadeira 3D da Maia foi pintada esta semana junto ao Colégio Novo da Maia, em Milheirós, e a próxima será colocada, indicou a autarquia, no perímetro da nova Cidade Desportiva da Maia, no centro da cidade, estando o local exato a ser avaliado pelos técnicos.

Na prática, trata-se de uma pintura 3D no chão que dá o efeito de relevo das riscas brancas, o que, de acordo com estudos elaborados, provoca uma redução da velocidade dos condutores.

A passadeira cria uma ilusão de ótica que faz os condutores travarem ao aproximarem-se, uma técnica semelhante à aplicada nos painéis publicitários que normalmente se usam ao lado das balizas em estádios de futebol.

O efeito ótico 3D funciona de uma certa distância e durante breves segundos, provocando um abrandamento suave e não uma travagem abrupta.

Questionado sobre a adesão a este projeto, o autarca apontou que “quer aumentar a segurança rodoviária” e que os resultados de estudos feitos sobre este conceito são “muito interessantes”.

“Vamos avaliar o impacto e se funcionar pretendemos adotar o conceito em mais locais do concelho”, disse António Silva Tiago, estando a avaliação de resultados programada para durar cerca de um ano.

LUSA

Maia: detidos suspeitos de assalto a residência sob ameaça de arma

© iStock

Em comunicado, a Diretoria do Norte da PJ refere que a mulher, de 23 anos, e o homem, de 28, foram localizados e detidos na terça-feira, sendo então recolhida prova “que permitiu imputar-lhes os factos ilícitos”.

A investigação do caso concluiu que o principal objetivo dos assaltantes, que não chegou a ser consumado, seria apoderar-se de “um montante significativo em numerário proveniente de uma herança”.

O casal, relata a polícia, “conseguiu que a vítima lhe franqueasse a entrada na habitação para depois, sob ameaça de arma de fogo, proceder ao roubo, embora não da referida quantia por entretanto ter sido transferida para outro local, mas de diversos bens e valores existentes na residência”.

LUSA

Palankalama em concerto solidário para assinalar o 2ª aniversário da Refood

Com este concerto solidário vai comemorar-se o 2º aniversário do núcleo da Maia da Refood e os fundos conseguidos com a venda dos bilhetes reverterá, na totalidade, a favor da instituição.

Os bilhetes já estão à venda no Maia Welcome Center (Turismo) no Parque Central da Maia e estarão, também, à venda no local no dia do concerto.

Sobre a Refood: O projeto Re-food é um esforço eco humanitário, 100% voluntário, efectuado para e pelos cidadãos ao nível micro-local, com o objetivo de acabar com a fome nos meios urbanos. Ao mesmo tempo, procura acabar com o desperdício de alimentos preparados, reforçando os laços comunitários locais. Tentamos criar uma ponte humana que liga quem tem uma sobra diária a quem tem uma necessidade diária.
Sobre os Palankalama : Banda instrumental do Porto dedicada à música folk de várias regiões. O rock e o jazz são alguns dos veículos utilizados para traçar narrativas. Neste concerto vão apresentar algumas músicas do seu novo álbum, Boca de Raia.

 

Trabalhadores da distribuição da Sonae cortam trânsito na Maia

Este é o primeiro de três dias de luta nacional e que hoje se concentra nos trabalhadores da distribuição, seguindo-se ações dos funcionários das empresas da APED – Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição, que incluem os principais super e hipermercados do país.

As cerca de três dezenas de manifestantes têm gritado junto do local, no qual trabalham aproximadamente 800 pessoas, que “está na hora, está na hora do contrato vir cá para fora” e “SONAE escuta, os trabalhadores estão em luta”.

Esta manhã, os manifestantes tentaram impedir trabalhadores de entrarem no centro, mas foram persuadidos pela PSP.

Os protestantes recuaram, mas voltaram à porta do centro.

No local estão cerca de 10 agentes da PSP.

Entre as principais reivindicações estão a atualização salarial e a eliminação das diferenças de salário conforme o local de trabalho, ou seja, uma “discriminação geográfica”, como criticam os trabalhadores.

LUSA

Dia 8 de outubro há caminhada solidária na Maia

A Re-food (www.re-food.org) é uma organização independente, orientada por cidadãos, 100% voluntária, uma comunidade de solidariedade eco-humanitária, que trabalha para eliminar o desperdício de alimentos e a fome em cada bairro. Tem como missão eliminar o desperdício de alimentos e a fome, envolvendo toda comunidade numa causa comum, daqui decorrendo o lema “Aproveitar para alimentar”.

Esta caminhada solidária tem como objectivo garantir receitas para os pagamentos dos custos de funcionamento do centro de operações (eletricidade, água, e consumíveis).

Onde se pode inscrever?
A Eventsport, entidade que está a organizar a Corrida da Fernanda Ribeiro é o nosso parceiro na organização. Entre em http://eventsport.pt/, procure a corrida da Fernanda Ribeiro e encontra toda a informação sobre a caminhada.

Dez casos de legionella confirmados na Maia

A Direção-Geral de Saúde já confirmou a existência de dez casos de legionella, na Maia. Quatro estão ligados à empresa Sakthi, onde foi detetada a bactéria na torre de arrefecimento. Um dos internados está nos cuidados intensivos, no Hospital de S. João, no Porto.

Os outros seis moram na zona e há duas pessoas que contraíram a infeção noutro local e não têm qualquer ligação à fábrica.

As autoridades de saúde estão a investigar os restantes quatro casos para perceber onde contraíram a bactéria.

Na segunda-feira, a DGS avançava apenas com um caso confirmado na fábrica da Maia e outros sete “em estudo”.

Um estudo ambiental, que incluiu a colheita de água em vários locais da fábrica, confirmou a “presença de colonização por bactérias do género Legionella” em torres de arrefecimento, referiu em comunicado.

Os administradores da empresa foram informados sobre os riscos e o funcionamento das torres suspeitas suspenso para a realização de tratamentos químicos de desinfeção, adiantou a DGS.

Para além destes dois casos, a DGS explicou que foram identificados mais seis casos de “doença dos legionários” que, de acordo com os inquéritos epidemiológicos, não podem ainda ser associados “à mesma fonte”.

World Press na Cidade da Maia

No passado dia 17 foi inaugura a mostra World Press Photo no Fórum da Maia. A exposição conta com o patrocínio, entre outras entidades, da Maiambiente.

A empresa responsável pela recolha de resíduos do conselho expôs quatro camiões desde o dia 30 de outubro, em frente à Câmara Municipal da Maia, para que a população tivesse a oportunidade de observar as fotos premiadas, dando assim, a conhecer uma mostra do que pode ser apreciado a partir do dia 17 deste mês.

O concurso World Press Photo é a principal competição do mundo para fotógrafos de imprensa, fotojornalistas e fotógrafos documentais, a nível profissional, e estabelece os padrões da profissão. O concurso deste ano atraiu 5.775 fotógrafos de 128 países. No total, foram apresentadas a concurso 82.951 imagens.

Esperança

A fotografia vencedora, da autoria de Warren Richardson, tem o título “Hope for a New Life” e retrata o momento em que um bebé é entregue, através de um buraco numa barreira de arame farpado, a um refugiado sírio que já tinha conseguido atravessar a fronteira da Sérvia para a Hungria, perto de Röszke.

O fotógrafo português Mário Cruz também viu o seu trabalho premiado, na categoria de Assuntos Contemporâneos, com a série “Talibés, Escravos dos Tempos Modernos”, que retrata a situação de Talibés, meninos que vivem em escolas islâmicas conhecidas como escolas corânicas no Senegal. Sob o pretexto de receberem uma educação corânica, eles são forçados a mendigar nas ruas, enquanto os seus responsáveis religiosos, ou Marabout, recolhem os seus ganhos diários. Muitas vezes, eles vivem na miséria e são abusados e espancados.

Em 2016, a exposição estará patente no Fórum da Maia, de 18 de novembro a 8 de dezembro, de terça a domingo, das 9h00 às 22h00.

16 anos na Maia

World Press Photo realiza-se na cidade há 16 anos e é já um acontecimento de grande relevância no município e na Região Norte, sendo visitado por milhares de pessoas. Todos os anos a exposição recebe cerca de três mil visitantes, em grande parte visitas de estudo organizadas por instituições de ensino secundário. Esta exposição mostra de uma forma precisa, justa e visualmente atraente o que aconteceu no nosso mundo em 2015, promovendo uma reflexão sobre o mundo atual.

 

EMPRESAS