“Professor” foi eleita a Palavra do Ano 2023

O segundo lugar das palavras mais votadas é ocupado por “médico”, seguindo-se de “inteligência artificial”.

Data:

Para mais de 48% dos cerca de 90 mil votantes da iniciativa da Porto Editora, a “Palavra do Ano” 2023 é “professor”. O vocábulo remete para as centenas de protestos que ocorreram por todo o país pela valorização da carreira docente.

A votação decorreu entre 30 de novembro e 31 de dezembro em www.palavradoano.pt, e o pódio fica completo com “médico” e “inteligência artificial” com uma diferença de apenas 29 votos. Seguem-se as palavras “inflação”, “habitação”, “conflitos”, “jornada”, “clima”, “demissão” e “navegadoras”.

A “Palavra do Ano” é uma iniciativa da Porto Editora, que ao longo de 15 anos tem chamado a atenção para a riqueza da língua portuguesa, cuja criatividade e dinamismo permitem que as palavras ganhem novas dimensões, consoante o tempo e o espaço.

Assim, as 10 palavras finalistas pretendem retratar a vida coletiva do país ao longo de 2023 e surgiram a partir das sugestões deixadas no site da “Palavra do Ano”, das propostas de várias escolas do país, das pesquisas online nos dicionários da Porto Editora e do acompanhamento da realidade da língua nos meios de comunicação e redes sociais.

Em 2022, “guerra” foi eleita “Palavra do Ano” em Portugal, tendo sido antecedida por “vacina” (2021), “saudade” (2020), “violência doméstica” (2019), “enfermeiro” (2018), “incêndios” (2017), “geringonça” (2016), “refugiado” (2015), “corrupção” (2014), “bombeiro” (2013), “entroikado” (2012), “austeridade” (2011), “vuvuzela” (2010) e “esmiuçar” (2009).

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 128

Popular

Mais Artigos deste tipo

Burger King em Silvares pelas mãos da Work3

A chegada do estabelecimento de restauração e bebidas Burger...

Work3 e o seu projeto Burger King em Lourosa

A Work3 apresenta um projeto Burger King na freguesia...