Pedidos de patentes portuguesas sobem 5,4% em 2023, acima da média da União Europeia

Os pedidos de patentes portugueses na Organização Europeia de Patentes (OEP) subiram 5,4% em 2023, acima da média da União Europeia (UE), com mais de metade a incluir mulheres portuguesas inventoras.

Data:

As empresas e inventores portugueses apresentaram 329 pedidos de patentes na OEP, de acordo com o Patent Index 2023, o que se traduz num “recorde histórico”. O número de pedidos de patentes cresce “21% desde 2019, refletindo o crescente ambiente de inovação no país”, diz a OEP.

“A NOS Inovação, a Universidade do Porto e a Sword Health registaram o maior número de patentes junto da OEP” neste período.

Em termos da contribuição das mulheres para a inovação, 52% dos pedidos de patentes provenientes de Portugal feitos na OEP em 2023 nomearam pelo menos uma mulher como inventora, “uma boa razão para celebrar um passo promissor em direção à igualdade de género”, afirma, em declarações à Lusa, a coordenadora regional na direção de relações internacionais da OEP, Inês Vieira Lopes.

“Portugal está bem acima da taxa média dos Estados-membros da OEP de 27%”, sublinha, destacando que, segundo o estudo da OEP, “Portugal, juntamente com Espanha e Grécia, apresentou a taxa mais elevada de mulheres inventoras nos últimos anos”, sendo que “isto faz parte de uma tendência portuguesa mais ampla – progrediu do quarto para o primeiro lugar no ‘ranking’ entre 1990 e 2019”, prossegue.

O Norte de Portugal continua a liderar o ‘ranking’ regional, com 158 pedidos de patentes registados na OEP, uma quota de 48% do total, seguindo-se o Centro e Lisboa, com 73 e 72, respetivamente. O Centro registou “uma queda de quase 30%” nos pedidos de patentes, comparativamente a 2022, refere a OEP.

A OEP recebeu no total 199.275 pedidos de patentes em 2023, um aumento de 2,9% “e o número mais elevado até à data”, com cerca de 43% apresentados por empresas e inventores dos 39 Estados-membros da OEP, enquanto 57% tiveram origem fora da Europa.

Os cinco principais países de origem dos pedidos de patentes europeias foram EUA, Alemanha, Japão, China e República da Coreia.

O número de pedidos de patentes dos 39 Estados-membros da OEP subiu 1,8% para 85.748, sendo que o crescimento global “foi alimentado, principalmente, pelos aumentos acentuados” da Coreia (+21%), que entrou no ‘top 5’ pela primeira vez, e da China (+8,8%), que mais que duplicaram desde 2018.

“A Huawei foi novamente o principal requerente na OEP em 2023 (aumentando significativamente os seus pedidos para mais de 5.000), seguida pela Samsung, LG, Qualcomm e Ericsson”. O ‘top 10’ “inclui quatro empresas da Europa, duas da República da Coreia, duas dos EUA e uma da China e do Japão”.

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 130

Popular

Mais Artigos deste tipo

“Ganhei clareza no meu propósito actual: Empoderar outras Mulheres”

Como advogada em prática individual, gostaríamos de começar por...

“Sonho e desejo a Mentanalysis como um espaço-tempo de crescimento”

Para começar, gostaríamos de conhecer um pouco mais da...

BGRR & Associados: uma visão experiente sobre o setor jurídico em Portugal

A BGRR & Associados, sendo uma sociedade generalista, fornece...