“Ser Mulher Engenheira é um Orgulho”

A Revista Pontos de Vista foi conhecer a ibericaINCOS, marca edificada em Portugal há cerca de seis anos e conversou com Cláudia Figueiredo e Isabel Teixeira, Sócias Gerentes da empresa. Formadas em Engenharia, as nossas interlocutoras deram a sua visão sobre o papel da Mulher no universo da Engenharia, sem esquecer que a ibericaINCOS, irá realizar este ano, e pela primeira vez em Portugal, o IFS DAY, que será uma ótima oportunidade de conhecimento entre os profissionais do setor.

Data:

A ibericaINCOS nasceu em Portugal em 2017, dedicando-se às atividades de consultoria, formação e auditoria na indústria alimentar. Até ao momento, de que forma esta marca se tem vindo a destacar no mercado através das suas soluções?
A ibericaINCOS é uma empresa que procura apresentar aos seus clientes soluções de formação, consultoria e auditoria que vão ao encontro das suas reais necessidades, com uma abordagem prática, atual e muito dinâmica.
Trabalhamos essencialmente com e para o setor alimentar, setor onde iniciámos a nossa carreira profissional, e conhecemos bem as suas necessidades e potencialidades.
Encaramos todos os nossos clientes como parceiros. Gostamos de partilhar conhecimento e de estar próximos das pessoas com quem trabalhamos. Precisamos de sentir as suas dificuldades para, em conjunto, procurar soluções eficazes para as suas Organizações.
Somos muito dinâmicas, tentamos andar sempre à frente e não demoramos a dar respostas. Esta é uma mais-valia muito reconhecida pelos clientes. Em 2017 fomos a primeira empresa em Portugal a ministrar cursos em português de qualificação da FDA (Food & Drug Administration) e em 2020 fomos a primeira empresa a ser reconhecida pelo IFS como seu Official Training Center em Portugal.

Como Engenheiras e Sócias na ibericaINCOS Como é, para vocês, desempenhar estes cargos de extrema importância?
Trabalhamos com rigor, empenho e paixão, ao lado dos nossos parceiros, para sermos uma solução para os seus problemas e uma mais-valia para o seu dia a dia. Além disso, temos investido continuadamente na nossa formação e na formação de todos aqueles que nos rodeiam, para promover o espírito de evolução e dinamismo que caracteriza a nossa Organização.

A ibericaINCOS perpetua, desde a sua fundação, rigor e profissionalismo. Na qualidade de Engenheiras e Sócias da empresa, como observam o crescimento da mesma no setor onde se insere?
Os consumidores estão cada vez mais atentos e exigentes, obrigando as empresas do setor alimentar a implementarem sistemas de segurança alimentar para aumentar a confiança na cadeia de distribuição. Nesse sentido existe um aumento de procura de serviços de formação, consultoria e auditoria, para acompanharem e verificarem, a conformidade de tais sistemas.
Esta exigência do mercado beneficia a ibericaINCOS pois esta tem vindo a aumentar a sua carteira de clientes e âmbito de atuação geográfica, prestando serviços em todo o país, incluindo ilhas. Não há dúvida que este aumento é o resultado da nossa postura de proximidade com o mercado e por tudo o que dissemos anteriormente, os clientes reconhecem em nós uma mais-valia e o nosso sentido prático, são características que os fazem escolherem-nos.

As mulheres têm desempenhado um papel cada vez mais significativo no campo da engenharia ao longo dos anos. Considera, contudo, que ainda existem desafios e disparidades de género a serem superados? Como analisa esta questão?
Este continua a ser um tema importante para o crescimento da nossa sociedade. Apesar do acesso a boas oportunidades profissionais estar mais facilitado às mulheres, quando comparado com o que acontecia com a geração dos nossos pais, ainda há muito caminho a percorrer.
Embora o nosso país tenha mais mulheres licenciadas do que homens, tal não acontece nas áreas de engenharia. Os cursos de engenharia são na sua maioria frequentados pelo género masculino. Estar a trabalhar numa área de saber que, até há poucos anos, era de domínio quase exclusivo dos homens é efetivamente um grande desafio.
A verdade é que temos que continuar a desbravar este caminho de maior integração das mulheres na engenharia, provavelmente com ações concretas de sensibilização e divulgação de currículos e oportunidades profissionais, iniciando nas idades mais novas, ainda no ensino secundário, para trazer as novas gerações de mulheres para estas profissões. Já temos o exemplo do “O Programa Engenheiras Por Um Dia” desenvolvido pela Ordem dos Engenheiros, mas há que ser persistente.
Ainda assim, ao longo do tempo, vemos cada vez mais mulheres presentes na engenharia e em locais de gestão e de decisão, mas infelizmente, continuam a existir consideráveis assimetrias salariais entre homens e mulheres, para cargos equivalentes, e muitas vezes dentro da mesma empresa.
Na nossa opinião, a mulher continua a ter de trabalhar mais, mostrar mais o seu valor, e impor-se pelo rigor e inteligência, para conseguir ser vista de igual forma pelos seus pares. Mas ser mulher engenheira é um orgulho.
Ser engenheira é um fato que vestimos com muito à vontade e que esperamos poder continuar a tirar partido disso para dar o nosso contributo para que outras o comecem a sentir de igual forma.

Enquanto exemplo claro de uma mulher de sucesso neste âmbito, quão importante é a representação feminina nesta profissão?
Cada vez se fala mais de equipas multidisciplinares e das mais-valias que daí recorrem. Ora, ter mais mulheres na engenharia trará seguramente uma maneira diferente de pensar, de abordar problemas e de organizar o trabalho. Sabemos que a maneira de pensar e a sensibilidade são diferentes de género para género. Uma equipa que incorpore maior diversidade será seguramente uma equipa com maior probabilidade de sucesso.

De que forma a ibericaINCOS tem, além do sucesso das suas soluções, promovido a igualdade de género e de oportunidades no seio da sua atividade?
Temos um bom exemplo dado pela nossa Escola de Auditores e Consultores, projeto iniciado em setembro de 2022, com o intuito de qualificar profissionais para desenvolver atividades de Auditoria e Consultoria de acordo com os nossos princípios. No último curso que promovemos, onze dos catorze formandos foram mulheres. E hoje temos o enorme prazer de ter muitas dessas mulheres que frequentaram os nossos cursos a trabalhar connosco e a partilhar o mesmo espírito, rigor, empenho e paixão.

Quanto à atividade da empresa, que novidades podemos esperar para o futuro?
A ibericaINCOS tem muitas novidades para partilhar. Já este ano, em novembro, dia 7, vamos realizar pela primeira vez em Portugal o IFS DAY. Este evento tem o apoio oficial da IFS – International Featured Standards (Alemanha) e vai ser uma excelente oportunidade para partilha de conhecimento entre os mais diversos profissionais do setor. Vamos ter oradores que vão falar sobre muitos temas interessantes e com exemplos de casos concretos da sua experiência profissional.
Será um evento presencial, que decorrerá no Hotel Yeatman em Vila Nova de Gaia, que vai promover a interação de uma importante comunidade de profissionais da área alimentar e que será uma óptima oportunidade para desenvolver relações B2B entre os participantes.
É a grande ocasião para divulgação da qualidade do nosso setor alimentar, de que tanto nos orgulhamos, dentro de portas e além-fronteiras, pois trata-se de um evento com abrangência internacional. Temos a certeza de que o IFS DAY vai ser o evento do ano, com partilha de conhecimento e contactos, bem como facilitador de oportunidades de negócio.
Para o início de 2024, vamos arrancar com a segunda edição da “Escola de Auditores e Consultores ibericaINCOS”. Este é um projeto que pretende formar consultores e auditores para o setor alimentar. O mercado precisa de profissionais qualificados e competentes e nós vamos prepará-los para responder eficazmente às necessidades da indústria.

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 131

Popular

Mais Artigos deste tipo

O Xiaomi Pad 6S Pro 12.4 chega às lojas portuguesas

Um ecrã emblemático para uma produtividade aprimorada O Xiaomi Pad...

CARRIS e SIBS disponibilizam pagamento com MB WAY

A partir de hoje, viajar na CARRIS é ainda...

Workshop “Plano Nacional de Prospeção no âmbito do CRM Act”

No âmbito da recente aprovação, pela Comissão Europeia, do...